Isabella: punição e vingança

Fiquei assustado com a comemoração do povo ao saber a sentença dada ao casal Nardoni-Jatobá.

A única coisa que justifica a ânsia por justiça, representada pelas placas, fogos, palavras de ordem e euforia mostrados pela tevê, é a vontade de vingança do povo.

A população, impulsionada pela imprensa ao longo de toda a semana, mostrou que não aceitaria outra sentença senão a que culparia o casal pela morte da pura – quiçá um dia será santa – menina Isabela.

Nada contra a Isabella, obviamente. Seria insanidade culpabilizá-la em qualquer instância. Mas a imagem da pureza daquela criança me pareceu intencionalmente exacerbada pela mídia.

Mas esse não é o ponto ao qual quero levar esta reflexão.

Como podemos confiar em um código penal e em um poder judiciário se o povo só o legitima pelo sentimento de vingança?

Se formos resgatar os motivos (obscuros) que constituíram a criação das prisões e do código penal, encontraremos uma série de motivos – desde a vingança do rei contra os que não seguiram suas leis até a possibilidade de criar um ambiente capaz de recuperar as pessoas cujo comportamento frente a sociedade não corresponde o adequado. Dentre as razões que sustentam as punições desde os tempos mais remotos até os dias de hoje, encontra-se a vingança como uma das mais fortes e inexoráveis.

Ou seja, a sustentação do sistema penal é complexa e, embora tenha se estabelecido em pleno iluminismo, não é essencialmente racional. Pode-se encontrar a justificativa que bem entender para se punir alguém; a vingança é uma delas, e quem acompanhou a cobertura do caso da morte da menina Isabella pela imprensa marrom brasileira pôde sentir a natureza do sistema penal melhor do que em qualquer outra oportunidade próxima.

Apesar de a justiça ser cega, me parece que ela possui muitos nervos à flor de sua pele. Temos como cobrar neutralidade da justiça sob tais circunstâncias?

Anúncios

Um comentário sobre “Isabella: punição e vingança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s